Quais lições que a Pandemia tem ensinado aos empreendedores e suas empresas?

Alguns aprendizados nós levamos para toda vida e com esse novo cenário, aprendemos uma série de coisas as quais irão acompanhar empresas e empresários por um bom tempo.

Compartilhe:
  • ...
  • ...
  • ...

O ano de 2020 não foi fácil para ninguém. O coronavírus e a quarentena vieram para mudar a forma com que as pessoas encaram sua rotina e fazem negócios. Depois disso, sair de casa virou praticamente um luxo, indicado apenas para situações realmente necessárias.

Agora, com esse cenário se repetindo em 2021, chegou a hora de refletir sobre o que veio para ficar de tudo que foi adotado pelas marcas e pessoas.

É preciso saber se adaptar

Se antes a habilidade de adaptação das marcas e empresas já era necessária, em 2021 ela se tornou vital. Nunca antes os clientes tiveram que ficar dentro de casa por tanto tempo, por qualquer motivo que fosse.

Com isso, os empresários e empreendedores tiveram que encontrar novas formas de chegar até seu público. Lojas de roupa fazendo entregas de peças a domicílio, lanchonetes passaram a atender por apps de mensagem (algo que já deviam ter feito há muito tempo) e até comerciantes que começaram a usar as redes sociais para dar um up nas vendas.

De algo nós temos certeza: quem se adaptou com certeza não vai voltar atrás e nem abrir mão de tudo que foi aprendido se as coisas voltarem ao velho normal.

Delivery e comércio online vieram para ficar

Boa parte da população já tinha feito pelo menos uma compra pela internet antes de todos terem que ficar em casa, mas o isolamento social veio para solidificar de vez as compras online na vida dos brasileiros.

Fazer compras por sites e aplicativos deixou de ser uma opção e passou a ser uma necessidade tanto para quem vende quanto para quem compra.

Outro recurso que finalmente recebeu o devido valor foi o delivery. Mais do que isso: os motoboys finalmente passaram a ser valorizados pelos consumidores e pelas empresas, pois se tornaram uma ponte entre quem produz e quem consome.

Inclusive, fica aqui o nosso agradecimento a todos os motoboys e entregadores que fizeram e fazem a diferença. O trabalho de vocês foi essencial para que muitas empresas se mantivessem de pé e pudessem vender seus produtos.

Cuidado com a higiene

Quer dizer, prestar atenção aos procedimentos e garantir que eles fossem o mais higiênicos possível sempre foi algo necessário. Mas com esse novo cenário essa cobrança ficou ainda maior, pois a saúde dos seus funcionários e dos seus clientes depende dela.

Não temos bola de cristal, mas apostamos que quando tudo isso passar, a cobrança por melhores condições higiênicas continuará em alta. Daqui para frente, o álcool em gel na entrada das lojas e estabelecimentos comerciais será cada vez mais constante. Mais do que cuidar da higiene do seu negócio, você vai ter que deixar bem claro em sua comunicação o quanto se importa com ela.

Claro que houve muitas outras lições importantes que nos são ensinadas, como, por exemplo, fazer lives. Sua empresa vai continuar fazendo elas quanto tudo isso passar? Essas foram só as mais importantes e que se fizeram mais presentes ao longo dos nossos dias. Consegue pensar em outras? conta pra gente!




#pandemia #adaptacao #mododevida #higiene #alcoolgel #delivery #online #vendasonline #varejo #lojas # shopping #restaurante #lanchonete #mcdonalds #burguerking #habibis #bobs #adaptar #novo #novonormal #empresas #empresarios #empreendedores #usodemascara #mascaradeprotecao #lives #redessociais #vendaonline #motoboy #ubereats #iffood #99pop #velhonormal #vender #vendas #rotulo #rotulos #adesivo #adesivos #couche #bopp #brasil #mundo #parana #curitiba #automacaocuritiba